(Roma, um Nome de Mulher) – 2004

(Roma, um Nome de Mulher) – 2004

Este Roma, Um Nome de Mulher é um filme ambicioso. Conta a história de uma vida inteira, dos anos 50 até praticamente os dias de hoje – e, como pano de fundo, a história dos costumes, dos modos, da cultura, da sociedade e da política da Argentina ao longo de meio século. É um belo filme – longo, denso, carregado de amargura e de frases literárias que parecem querer ser definitivas, como as do testamento de um intelectual sobre o tempo que lhe deram para viver.

A ação começa em Madri, nos dias de hoje (o filme é de 2004): um rapaz vai de trem até uma casa nos arredores da capital, onde vive um escritor (foto abaixo). O rapaz, Manuel Cueto (Juan Diego Botto), filho de família humilde, de pescadores, estudante de jornalismo, foi convidado por uma editora para digitar o texto de um novo livro do autor. O escritor, Joaquín Goñez (José Sacristan), é um argentino que vive há três décadas na Espanha; já fez livros de sucesso, mas há seis anos não consegue escrever nada. Por dinheiro, resolveu escrever sua autobiografia; redige a mão, e caberá a Manuel o trabalho de digitação. – Direção: Adolfo Aristarain – Elenco: Juan Diego Botto, Susú Pecoraro, José Sacristán, Agustin Garvie

Categorias

Filmes em Destaque

O Preço de Tudo – 2018
O Preço de Tudo - 2018
Matar Jesus – 2018
Matar Jesus - 2018
Mothra, a Deusa Selvagem -1961
Mothra, a Deusa Selvagem -1961
O Monstro da Bomba H -1958
O Monstro da Bomba H -1958
Atire Primeiro, Morra Depois – 1974
Atire Primeiro, Morra Depois - 1974
O Magnífico Traído -1964
O Magnífico Traído -1964