(P̩rfida) Р1941

(P̩rfida) Р1941

Uma adaptação de um conto da Lillian Hellman e teve a contribuição da Dorothy Parker como roteirista, adicionando cenas e diálogos extras, o filme foi uma produção de Samuel Goldwyn, que mexeu os pauzinhos para conseguir Bette Davis no papel da manipuladora Regina Giddens. O filme conta a história de uma família do sul dos Estados Unidos em 1900. Os três irmãos – Charles Dingle, Carl Benton Reid e Bette Davis – são especuladores, arrogantes, não têm escrúpulos, nem caráter. Eles só pensam em dinheiro e vão trair uns aos outros para fecharem um negócio que vai deixá-los mais ricos. Bette Davis está fantástica! A impressionante cena do marido morrendo, se arrastando para pegar seu remédio e Davis impávida, imóvel, os olhos expressando suspense. Ela quer seu dinheiro, pois, o marido inválido a impediu de realizar seus sonhos. O espectador torce para que os três irmãos acabem destruídos, desmascarados, humilhados, aniquilados. Mas, o final é surpreendente. Para muitos críticos a melhor performance da Diva. – Direção: William Wyler – Elenco: Bette Davis, Teresa Wright, Herbert Marshall

Categorias

Filmes em Destaque

Uma Sepultura na Eternidade – 1967
Uma Sepultura na Eternidade - 1967
Usina de Monstros – 1957
Usina de Monstros - 1957
Sombra no Escuro -1979
Sombra no Escuro -1979
A Tragédia de Belladonna – 1973
A Tragédia de Belladonna - 1973
Superstição -1982
Superstição -1982
O Terceiro Homem
O Terceiro Homem